Entrevistas

Entrevista com Marne Campos Fundador CBAP

Aquarista fundador do CBAP fala com AQUABR.

  • Por: AQUABR
  • 04/07/2011
  • 3520 visualizações

 

Em épocas de concurso onde muito se fala do CBAP aqui no Brasil, a equipe AQUABR decidiu falar com Marne Campos - aquarista fundador do CBAP. Para saber um pouco mais da história desse concurso que teve uma grande influência no aquarismo brasileiro.
 

 

AQUABR - Marne, fale um pouco sobre você e como entrou no mundo do aquarismo?
 
"Comecei no aquarismo em 1990, na época eu tinha 7 anos e minha prima resolveu me dar um aquário de presente. Lembro até hoje quando fomos num mercado popular no centro de Campinas para escolher o aquário e saímos com um de 7 litros, com dois paulistinhas. Depois disso, o aquarismo se tornou a maior paixão da minha vida. Chegava do colégio e após fazer a lição de casa, corria numa loja do bairro, onde ficava o dia todo ajudando a proprietária, sem cobrar nada por isso. Para mim era uma satisfação enorme."
 
AQUABR - Em qual momento surgiu a ideia de criar um concurso de aquarismo no Brasil?
 
"Em 2004, o AGA Contest já havia se popularizado bastante entre os aqua-paisagistas brasileiros, porém poucos se aventuravam a inscrever seus aquários, talvez por medo de fazer feio. Então, após várias conversas com diversos grupos sem nada sair do papel, resolvi eu mesmo colocar a ideia em prática com a ajuda de alguns amigos, e criar um concurso nacional, que encorajasse os aqua-paisagistas brasileiros a mostrar seu trabalho. Para nossa felicidade, foi um sucesso e tivemos mais de 50 inscrições, muito além do esperado para a primeira edição de um concurso inédito no país."
 
 
AQUABR - Ao decidir criar o concurso quais as maiores dificuldades encontradas?
 
"A dúvida e falta de experiência. Nunca ninguém havia conseguido fazer algo parecido no Brasil, nossa referência eram concursos internacionais que eram organizados em países com outra realidade. Outro problema era o dinheiro para pagar os custos do concurso, prêmios etc, lembro que na terceira edição, se não me engano, quase não conseguimos patrocinadores, e os custos da realização do concurso quase o inviabilizaram, já que algumas coisas já saiam do meu próprio bolso e arcar com a premiação seria além do que eu havia planejado. Por sorte, conseguimos os patrocínios e tudo deu certo."
 
 
AQUABR - Marne, o que esperava do primeiro ano do concurso? E quais foram os resultados?
 
"Confesso que não esperava nada, não tinha a mínima ideia se daria certo ou não, claro que tinha a credibilidade do Portal AqOL por trás, mas era algo totalmente inédito, poderia ter dado errado como deram as tentativas de outros grupos em realizar algo parecido. Lembro que tivemos mais de 50 inscrições já a primeira edição e no dia seguinte à publicação do resultado, o CBAP era notícias em vários sites."
 
AQUABR -Você diria que o CBAP foi um marco para o aquarismo brasileiro?
 
"Sim. O CBAP marca o início do desenvolvimento do aqua-paisagismo como uma vertente forte do aquarismo brasileiro, que se hoje não for o maior mercado de aquarismo do Brasil, está pouco atrás do marinho. Pense o que você lembra de aqua-paisagismo no Brasil antes de 2004, então pense após 2004 e até hoje, verá que a diferença é imensa. Não quero dizer que o CBAP foi o maior responsável por isso, mas sim que o CBAP nasce em meio à essa transição, fazendo parte dela."
 
AQUABR -Qual a importância do CBAP na história do aquarismo em nosso país em sua opinião?
 
"Veja o número de aqua-paisagistas brasileiros, as posições de destaque que eles ocupam nos concursos internacionais hoje e verá que isso começa a crescer após as primeiras edições do CBAP. Além disso, o CBAP motivou a criação de concursos estaduais como o CPA, o resultado disso é que hoje o estado do Paraná é referência em aqua-paisagismo, e o CBAP tem sua parcela nisso."
 
 
AQUABR -No EAB de 2010, você disse que o CBAP era uma forma do participante se preparar para concursos internacionais. O  que tem a dizer sobre o nível dos aquários brasileiros em relação aos internacionais? 
 
"Disse isso e se algum maluco me deixar falar lá na frente no evento do CBAP 2011, direi novamente. Pegue os primeiros colocados do CBAP 2010, e compare à aquários que se destacaram no circuito internacional, abstraia o estilo brasileiro e o estilo oriental que são bem diferentes, acredito que não ficamos devendo em nada para eles. Só não pegamos posições melhores AINDA porque nos concursos internacionais, o estilo oriental é o que predomina e infelizmente não conseguem avaliar o aqua-paisagismo sem se prender a isso, tanto que aquários ocidentais, independente do país, quase sempre têm ficado atrás."
 
AQUABR - O que pensa para o CBAP no futuro?
 
"Crescimento e evolução. Esse ano pretendemos dar um grande passo nesse sentido, o tão esperado evento anual do CBAP será uma realidade, já tem data e local marcado, Bauru-SP dia 19/11/2011, outra evolução foi a publicação do calendário do CBAP 2011 já no primeiro semestre do ano para que as pessoas possam se preparar melhor. Estamos experimentando um novo sistema de patrocínio e premiação dos melhores colocados, levando em conta a maturidade que o aqua-paisagista e o mercado brasileiro atingiram de alguns anos para cá. Claro que não vamos agradar a todos, mas o CBAP sempre foi um concurso feito pelo aquarista brasileiro para o aquarista brasileiro, e será errando e acertando, ouvindo sugestões e colocando-as em prática que vamos fazer melhor à cada ano, como acreditamos que fizemos até hoje."
 
AQUABR - Marne, para finalizar gostaria que deixasse um recado para os participantes e futuros participantes do concurso.  E é claro uma dica para todos.
 
"Faça parte, acredite! O aquarista brasileiro tem uma chance única de colocar seu nome na história do aquarismo nacional e para isso não precisa pegar entre as primeiras posições, basta enviar seu aquário e ter sua inscrição efetivada com seu nome escrito na página do CBAP, ao lado da bandeira do seu Estado, como se dissesse “sim, aqui nós temos aqua-paisagismo!”.
O CBAP não seria nada se em sua primeira edição, pouco mais de 40 aquaristas não tivessem ousado, desejado fazer parte e acreditado no Concurso e quanto mais pessoas acreditarem no CBAP maior será sua força e possibilidades de contribuir para o nosso apaixonante hobby."
 
 
Marne, agradecemos a oportunidade e a disponibilidade, desejamos tudo de bom e que o CBAP venha a cada ano com mais e mais força para alavancar o aquarismo no Brasil.

 


W3TOOLS