Notícias

Tuvira (Gymnotus carapo)

  • 31/03/2013
  • 7682 visualizações
Nome popular:
Tuvira
Nome científico:
Gymnotus carapo
Família:
Gymnotidae
Origem:
America do Sul
pH:
6.0 ~ 8.0
gH:
--
Temperatura:
24º ~ 28ºC
Comportamento:
Agressivo
Tamanho indivíduo:
55 cm
Aquário:
300L
Descrição:

A Tuvira é um peixe pouco ativo durante o dia, mas pode ser condicionado à procurar por comida durante o período, mesmo assim, é um peixe noturno e sua performance nesse período é muito mais interessante.

Como todo Gimnomotideo é quase cego, seus olhos percebem apenas luminosidade. Produz um campo elétrico ao seu redor que serve para orientá-lo com incrível precisão em seu ambiente natural. Sabendo disso, alguns aquaristas providenciam tocas transparentes para seus peixes elétricos, eles sentem a toca e ainda assim ficam visíveis.
Alimentação:

Ração, artêmia salina, branchonetas, tubifex, minhocas etc.

Dimorfismo sexual:

Difícil de acontecer em aquário, geralmente feita em grandes tanques com muitos exemplares. A desova acontece nos meses mais quentes entre folhas, musgos ou raízes de plantas flutuantes. Os pais costumam comer seus filhotes, por isso devem ser separados ou proporcionar esconderijos às larvas. Os filhotes se alimentam de infusórios. Quando crescem, o canibalismo torna-se um problema.

O Dimorfismo sexual só é perceptível na época de reprodução, o macho é mais esguio, a fêmea possui corpo mais alto e ventre volumoso.

Fonte: Seriouslyfish
W3TOOLS