Daniel Botelho (Mantas Ray)

  • 27/08/2011
  • 3804 visualizações
  • Ocasionalmente, podem aproximar-se de um barco ou de mergulhadores e podem executar curtos voos fora da água.

    Ocasionalmente, podem aproximar-se de um barco ou de mergulhadores e podem executar curtos voos fora da água.

  • Estes peixes não têm verdadeiros dentes e alimentam-se de plâncton e pequenos peixes, sendo portanto inofensivos.

    Estes peixes não têm verdadeiros dentes e alimentam-se de plâncton e pequenos peixes, sendo portanto inofensivos.

  • A jamanta tem o corpo em forma de losango e uma cauda longa sem espinho e pode atingir oito metros de envergadura.

    A jamanta tem o corpo em forma de losango e uma cauda longa sem espinho e pode atingir oito metros de envergadura.

  • A Manta ray (Manta birostris) é a maior espécie de arraias.

    A Manta ray (Manta birostris) é a maior espécie de arraias.

  • Também conhecida como jamanta, manta, maroma (nos Açores), morcego-do-mar, peixe-diabo ou raia-diabo.

    Também conhecida como jamanta, manta, maroma (nos Açores), morcego-do-mar, peixe-diabo ou raia-diabo.

  • Encontra-se nas regiões tropicais de todos os oceanos, tipicamente perto de recifes de coral.

    Encontra-se nas regiões tropicais de todos os oceanos, tipicamente perto de recifes de coral.

Daniel Botelho é um premiado fotojornalista, especializado em fotografia subaquática. Seu trabalho pode ser visto em mais de uma centena de campanhas publicitárias. Atualmente Daniel contribui para várias publicações, em mais de vinte países.

 

Fonte: Daniel Botelho, Wikipedia
W3TOOLS